quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Tema 3: Habitação Unifamiliar: Projeto Final

O último projeto da disciplina tem como tema a Habitação Unifamiliar de Interesse Social.
Apresento aqui um esboço do meu projeto. Desculpem pela má qualidade das renderizações e apresentação do projeto, fiz na correria. Assim que eu tiver tempo irei melhorar e postarei aqui novamente o projeto detalhado e com imagens internas.

O projeto partiu de uma releitura das casas tradicionais brasileiras com telhado de duas águas e do uso da técnica do origami para se obter a forma original.










Conforto Ambiental
O Conforto Ambiental foi planejado para ser atendido de diferentes maneiras. A largura da habitação estreita de 3,9m possibilitou que as aberturas dos ambientes fossem opostas, permitindo a ventilação cruzada em todos os ambientes.
A estrutura da madeira com um bolsão de ar entre os painéis fornece um bom isolamento térmico e barato.
A cobertura possui uma manta de impermeabilização por baixo da telha asfáltica, ao mesmo tempo em que é isolante térmico.

Sustentabilidade
Foram planejadas várias aberturas para que a iluminação natural seja bem aproveitada, reduzindo gastos energéticos.
Uso de madeira de demolição e madeira sustentável Eucaliptus.
Várias aberturas que aproveitam o uso da iluminação natural reduzindo gastos energéticos.


Acessibilidade
O projeto inclui a preocupação com a acessibilidade. Por ser uma unidade um pouco elevada do solo, foi planejado uma rampa de acesso ao térreo.
A habitação unifamiliar planejada possui a possibilidade de expansão do banheiro adaptando-o para o usuário cadeirante e também a possibilidade de adicionar um quarto no térreo para o uso do deficiente físico.


Sistemas e materiais construtivos

Para a habitação foi escolhida a madeira como principal material construtivo de cada unidade. As paredes externas foram projetadas para ser de tábuas de madeira Eucaliptus unidas pelo encaixe macho-fêmea. Após completado um painel com esses elementos de madeira foram unidos por um pequeno elemento de sustentação entre os painéis e formando um bolsão de ar entre eles, garantindo um bom isolante térmico.
A habitação será elevada 0,3 metros do solo para fornecer uma proteção maior da madeira contra intempéries. A estrutura em que ela se apoiará será de pedra, para dar continuidade a ideia de rusticidade e sustentabilidade.
As esquadrias serão de madeira de demolição, visando a sustentabilidade e fornecendo um destaque nas fachadas. 
A cobertura escolhida será de Telhas Shingle, ou telha asfáltica. A opção selecionada foi devido à característica dessa telha se assemelhar à madeira e à sua leveza.
Para o piso interior a opção foi um revestimento em madeira eucaliptos. Para o piso exterior da área de lazer a seu acesso a escolha foi de um piso drenante de fibra de coco e para a área da garagem, o concregrama.

Caixa d'água.

A caixa d'água foi planejada para ser localizada acima do banheiro, porém dentro da habitação para que não haja a distorção da forma com a adição deste elemento.
Toda a rede hidráulica foi proposta para ser térrea, facilitando na construção e reduzindo custos.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

160